Como evitar a proliferação de formigas

Com cerca de 20 mil espécies – 2 mil apenas no Brasil -, é possível encontrar formigas em praticamente todos os lugares do mundo. Insetos sociais, as formigas vivem em colônias muito bem organizadas, onde existem as formigas operárias, ou obreiras, (fêmeas estéreis que vivem até 3 anos, responsáveis pelas limpeza, alimentação e segurança da colônia), as rainhas (formigas maiores que as outras com a função de reproduzir) e os machos, que aparecem apenas para copular com a rainha, morrendo em seguida.

Elas levam entre 6 e 10 semanas para se desenvolverem e tornarem-se adultas, podendo viver por até 7 anos – as trabalhadoras – enquanto a rainha pode chegar a 15 anos. A maior parte delas são onívoras e se alimentam, principalmente, de coisas doces. As carnívoras e herbívoras também se nutrem com seiva, néctar ou fungos.

Formigas: Pragas Urbanas

Apesar de serem um exemplo de organização, as formigas podem se tornar um problemão para o homem. Transtornos que vão desde de uma picada, que em grande número podem provocar sérias alergias, até danos materiais mais sérios.

Buscando abrigo, as formigas podem se infiltrar em residências, hospitais e estabelecimentos, optando por ambientes escuros, quentes e próximos a tubulações e locais insalubres. Elas também podem fazer pequenos ninhos dentro de móveis, fendas na parede ou entre roupas e alimentos. Algumas espécies procuram aparelhos eletrônicos, pois o calor torna o ambiente ideal para a procriação. Porém, elas liberam substâncias ácidas que com o tempo vão estragando o equipamento.

Essas infestações costumam ser um perigo, pois no trajeto elas podem passar por lixos e lugares contaminados, trazendo micróbios, fungos e bactérias em suas patas e cerdas. Desta forma, as formigas podem ser agentes transmissores de doenças, contaminando alimentos e causando mal-estar. Em hospitais, as formigas são mais perigosas ainda pois podem ingerir restos de materiais infectados, transmitindo bactérias para os instrumentos e alimentos destinados a pacientes, potencializando infecções hospitalares. Já no ambiente rural, elas atacam árvores e espécies cortadeiras, como as saúvas, arruinando plantações inteiras.

Como evitar a infestação

Alguns cuidados básicos ajudam a evitar que formigas invadam a casa, jardins e campos de cultivo. Primeiramente, evite o acúmulo de lixo, pois ele pode servir como alimento para elas. Também mantenha os alimentos em locais bem vedados, faça a limpeza regular nos móveis e equipamentos eletrônicos e realize a dedetização do imóvel regularmente.

Cuidados assim já ajudam a prevenir a infestação do inseto. Mas ao enxergar uma formiga, procure localizar de onde ela veio para saber se há um formigueiro no ambiente. Se houver, não tente combater a praga por conta própria. Alguns inseticidas e soluções caseiras podem fazer mal à saúde. Contate uma empresa especializada e qualificada no serviço de controle de pragas e eliminação de insetos. A equipe irá identificar o foco do problema e aplicar o melhor método para eliminação da praga de acordo com a necessidade.

Contar com uma equipe especializada é o segundo passo importante. Conte com profissionais qualificados e certificados para o serviço de controle de praga e dedetização. A Polinseto realiza o serviço de dedetização, desratização, descupinização e controle de pragas para empresas e residências. Entre em contato pelo telefone (41) 3256-7625 ou solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625.

Acompanhe a nossa página no Facebook e o nosso blog para mais informações e dicas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Click Me

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?