Normas de segurança para o serviço de dedetização

As pragas urbanas são um incômodo para qualquer um. Elas trazem somente prejuízos, doenças e muita dor de cabeça para nós. Por isso, a dedetização torna-se muitas vezes necessário. Porém, utilizar inseticidas caseiros pode ser perigoso, visto que muitos produtos trazem em sua composição substâncias nocivas ao ser humano e animais domésticos, além do serviço ainda não ser eficiente.

Portanto, é recomendável que a aplicação de inseticidas, eliminação e controle de pragas sejam feitos por profissionais qualificados. Além de aplicarem produtos eficazes, eles vão resolver o problema na raiz, achando todos os possíveis esconderijos das pragas.

Como forma de proteção, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estipulou normas de segurança para a realização deste serviço. Essas normas visam garantir que a saúde de quem habita o ambiente onde será realizado a dedetização não seja prejudicada e que o objetivo de eliminar as pragas seja cumprido.

Então, fique atento a quais são as principais normas estipuladas para o serviço de dedetização para conferir se a empresa contratada está devidamente regulada.

Condições para o funcionamento

Cada município segue uma legislação própria, portanto, a empresa que oferece o serviço de dedetização deve estar atenta às respectivas legislações. A dedetizadora deve ser capacitada para fazer o transporte dos materiais tóxicos, a fim de proteger tanto o trabalhador quanto o meio ambiente. O impacto ambiental deve ser o mínimo possível. Por isso, a empresa dedetizadora deve, por exemplo, estudar o local que irá dedetizar para evitar que a água seja contaminada pelos produtos tóxicos em regiões onde o lençol freático é muito próximo do solo.

Funcionários da empresa de dedetização

A equipe deve ser qualificada, afinal eles aplicarão produtos tóxicos. Por isso, é preciso um responsável técnico legalmente habilitado para executar o serviço de dedetização. Esse profissional pode ser formado tanto em biologia, química, farmácia ou medicina veterinária. E em hipótese alguma, menores de idade podem ser contratados – nem mesmo como aprendizes – devido aos materiais tóxicos utilizados.

Equipamentos e produtos

Os itens de segurança (máscaras, luvas e óculos) são obrigatórios para o serviço de dedetização. Pulverizadores, termonebulizadores, seringas, iscas, porta-iscas e armadilhas luminosas são alguns dos equipamentos utilizados no serviço. Já quanto aos produtos, suas embalagens devem estar rotuladas corretamente.

Manuseio dos produtos

As embalagens vazias que serão reutilizadas, devem ser armazenadas limpas, enquanto as que não podem ser reutilizadas, deverão ser destruídas por incineração ou processamento no forno de clínquer. Esse método é para evitar a contaminação com substâncias químicas presentes nos produtos.

A Polinseto realiza o serviço de dedetização, desratização, descupinização e controle de pragas para empresas e residências. Entre em contato pelo telefone (41) 3256-7625 ou solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625. Acompanhe a nossa página no Facebook e o nosso blog para mais informações e dicas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Click Me

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?