Como identificar uma infestação de cupim na minha casa?

Você chega em casa depois de um longo dia, prepara uma refeição e senta na mesa para comer. Porém, a cadeira se quebra! Além de ficar irritado, e com uma provável dor nas costas, você vai achar que está muito acima do peso. Até que você percebe que não é esse o problema, mas sim a cadeira. Você provavelmente xingará a cadeira, quem lhe vendeu, quem fabricou e, quem sabe, até a progenitora deste.

Mas calma lá, a culpa não é de nenhuma dessas pessoas, mas de um inseto muito pequeno: o cupim.

Apesar da maior parte das 2 mil espécies de cupins serem benéficas ao homem por oxigenarem o solo, algumas espécies proporcionam enorme dor de cabeça. Os chamados cupins de madeira seca são pragas que vivem dentro das madeiras que não recebem umidade, como móveis, estantes, quadros.

Esses seres minúsculos, que raramente saem de seus “esconderijos”, se alimentam da parte interna da madeira – na verdade, da celulose da madeira – conseguindo danificar facilmente um móvel por completo, antes mesmo de você perceber que eles estão lá.

Outro tipo de cupim são os subterrâneos. Eles costumam fazer o ninho no solo, porém também atacam parede e qualquer outro espaço estrutural, como lajes e árvores. Diferente dos cupins de madeira seca, os subterrâneos gostam de umidade e não costumam ficar em um único local e sua reprodução é mais rápida.

Apesar de não transmitir nenhuma doença, esse inseto é implacável para conseguir seu alimento. Eles são capazes de atravessar qualquer obstáculo: paredes, forros de gesso, tubulações e até fiações de energia – o que pode ocasionar um curto-circuito.

Como precisam da madeira, eles costumam aparecer em móveis, rodapés, portas e demais lugares que apresentam o material. Roupas, sapatos, cobertores, livros e papéis também podem sofrer ataques.

Confira como Como prevenir a aparição de cupins na sua casa.

Então como identificar onde está essa praga silenciosa que pode causar prejuízos financeiros e até o risco de desabamento de um imóvel?

Estações de temperaturas altas, como primavera e verão, são perfeitas para a proliferação de cupins, pois favorecem a reprodução e o desenvolvimento deles. Confira esses 6 passos para identificar se seu imóvel sofre com uma infestação de cupins:

  1. Uma grande concentração de cupins com asas dentro de um imóvel ou edifício indicam uma infestação.
  2. Se você encontrou tubinhos de terra castanhos, com o diâmetro de um lápis, em alicerces, pilares de apoio, vigas de piso e/ou no exterior das paredes, há cupins subterrâneos se alimentando aí. Eles constroem tubos de lama, criando um ambiente seguro para irem de suas colônias até suas fontes de alimento.

Desfaça os tubos que encontrar e procure por cupins. Provavelmente você encontrará cupins de corpo translúcido e esbranquiçados, esses são os cupins trabalhadores. E caso não os encontre, não quer dizer que foram embora, eles só abandonaram esse tubo em particular.

  1. Atente-se a qualquer estrago em móveis e objetos de madeira e pequenos buracos em paredes de drywall ou gesso. Rachaduras ou “túneis” na madeira podem indicar uma infestação de cupins de madeira seca. Revestimentos de parede afundados também são sinais de uma depressão causada pela escavação dos cupins.
  2. Danos causados por cupins têm aparência similar a de danos causados pela água. Portanto, verifique pisos ou tetos inchados e tábuas e parapeitos de janelas deformados.
  3. Procure por pelotas fecais. Dentro de paredes ou móveis, os cupins de madeira seca formam colônias, criando buracos para forçar a saída de seus resíduos. Isso deixa pilhas de pelotas fecais próximo aos buracos. Esses resíduos são secos e leves aparentando ser um pó, com tonalidades diversas.

  1. Verifique constantemente os buracos onde foram encontradas as pelotas. Caso elas não apareçam novamente, significa que os cupins morreram ou mudaram-se para uma nova colônia.

Achei cupim, e agora?

Se você encontrou cupins na sua casa, sabemos que o desejo é de acabar o quanto antes com essa praga, mas cuidado com inseticidas. Como já alertamos aqui no blog, inseticidas caseiros podem causar problemas a saúde. Em casos de infestação de insetos e pragas urbanas, a melhor solução é contratar uma empresa especializada e com profissionais qualificados. Eles vão saber qual o melhor procedimento para eliminar as pragas, sem colocar a sua saúde em risco.

A Polinseto realiza o serviço de dedetização, desratização, descupinização e controle de pragas para empresas e residências. Entre em contato pelo telefone (41) 3256-7625 ou solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625. Acompanhe a nossa página no Facebook e o nosso blog para mais informações e dicas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Click Me

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?