Como evitar pombos e pardais em casa?

Como evitar pombos e pardais em casa? - Polinseto Dedetizadora Curitiba

É difícil encontrar quem não goste de pássaros. É bem comum encontrarmos famílias que tem canários, periquitos e calopsitas como aves de estimação. E acordar com o canto dessas aves é muito bom, porém quando algumas espécies de pássaros invadem a sua casa, isso se torna um problema. Dois pássaros muito comuns nas cidades e que trazem um enorme problema são os pombos e pardais.

Pombos

A presença de pombos nos grandes centros está ligada a dois fatores: ao desmatamento do seu habitat e à sua facilidade de adaptação. O alimento do pombo são sementes e grãos, porém ele se adaptou para comer qualquer tipo de comida.

Junto a facilidade em encontrar abrigo nas cidades e a falta de predadores nas áreas urbanas, podemos entender porque houve uma grande proliferação de pombos. Além dos pombos viverem até os 5 anos e se reproduzirem até 6 vezes durante a vida.

E essa grande população de pombos é um perigo para a sociedade. Pombos são transmissores de algumas doenças, como:

  • A histoplasmose, que é uma infecção fúngica muito rara causada por inalação;
  • A criptococose, que é outra infecção fúngica causada pelo contato com fezes de pombos;  
  • E a psitacose, uma infecção bacteriana que pode ser transferida de pombos para seres humanos e papagaios.

Mas além dessas doenças, os pombos trazem outro problema consigo: os parasitas. Os ácaros podem se espalhar e infestar a região onde há um ninho do pássaro.

E não param por aí os problemas causados por pombos. Os excrementos dos pombos possuem ácido úrico, que corrói e desgasta inúmeras construções pela cidade.

Pardais

Aves simpáticas, os pardais são pequenos pássaros que se adaptam fácil ao ambiente e, assim como os pombos, podem transmitir doenças e causar prejuízos para sua casa.

Pardais são portadores de microrganismos patogênicos, como o da toxoplasmose, que pode ser transmitido pelas suas fezes. E como os pombos, eles são agentes transmissores de organismos como piolhos, ácaros e o barbeiro, além de também possuírem fezes ácidas e corrosivas.

Os pardais também podem causar doenças graves, como a criptococose, a psitacose e a salmonelose.

Como proteger sua casa da infestação por aves?

Primeiramente, remova as fontes de alimentos. Elimine da sua casa sementes, grãos e qualquer coisa que possa servir como comida para aves. Para isso, tampe lixeiras e mantenha a casa limpa. Também é importante remover as fontes de água. Pequenas poças podem ser suficientes para uma quantidade bem desagradável de aves.

Porém, se já existem ninhos na sua casa, o ideal é procurar profissionais treinados para realizar o controle dos animais. Lembre-se que matar voadores como pombos, morcegos e pardais é considerado um crime ambiental. Sendo assim, evite procurar soluções caseiras, como a compra de venenos, pois pode ser prejudicial a sua saúde.

A Polinseto garante qualidade no controle de pombos e outros voadores, como morcegos e pardais. Nossa equipe atua em toda Curitiba, região metropolitana e litoral. Atendemos em residências, prédios, empresas e escolas, de forma ágil e eficiente. Acesse a nossa página do Facebook, ou entre em contato pelo telefone (41) 3256-7625 e solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Click Me

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?