CUIDADO com pombos: pragas urbana que causam doenças e prejuízos

CUIDADO com pombos: pragas urbana que causa doenças e prejuízos | Polinseto, dedetizadora em Curitiba que realiza serviço de dedetização, descupinização e desinsetização em Curitiba, região metropolitana e litoral do Paraná

Se existem pragas urbanas que assolam os moradores das grandes cidades são os pombos. Embora parecem inofensivos, se proliferam rapidamente e transmitem inúmeras doenças, se alojando em áreas escuras e se alimentando de restos de comida, lixos, sementes e grãos. Sua presença nos centros urbanos está ligada ao desmatamento do seu habitat e sua fácil adaptação. Combine esses fatores com a falta de predadores e fica fácil de entender o porquê se reproduzem de maneira descontrolada.

Além do mais, os pombos vivem normalmente de três a cinco anos e se reproduzem anualmente cinco ou seis vezes. Isso criou uma grande população que hoje convive perto dos seres humanos, se tornando um problema de saúde pública que deve ser controlado.  Eles também acabam causando danos significativos aos materiais de construção. Suas fezes e excrementos possuem ácido úrico, que corrói e desgasta as construções da cidade.

Principais doenças transmitidas por pombos

De acordo com uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, pombos podem transmitir pelo menos 50 tipos de doenças, por meio do contato com suas fezes e penas.

Leia também: Dedetização em Curitiba: a importância da periodicidade

A transmissão de doenças como criptococose, histoplasmose e ornitose ocorre devido à inalação da poeira proveniente de fezes secas contaminadas por fungos. Essas doenças afetam o aparelho respiratório e podem afetar o sistema nervoso central. É isso que acontece nos casos de criptococose, doença transmitida mais comum. Ela ataca o pulmão e se espalha pelo organismo por meio da circulação sanguínea ou linfática. Os sintomas mais comuns são: febres, sonolência e dores de cabeça.

A salmonelose, outra doença vinda dos pombos, causa uma infecção aguda no intestino. Ela é transmitida pela ingestão de alimentos contaminados pela bactéria Salmonela trazida pelas fezes de pombos. Seus sintomas mais comuns são: dor de cabeça, febre, vômitos, cólicas, náuseas e diarreias.

Como combater uma infestação de pombos?

A infestação de pombos nas grandes cidades é um problema que deve ser resolvido com medidas do Ministério Público. Porém, quando o problema afeta o seu imóvel, o ideal é contar com um serviço de dedetização. A dedetizadora fará uma avaliação no local e aplicará todas as técnicas necessárias para combater essa praga. Assim, você estará protegido por cerca de três meses, sendo necessário contar novamente com o serviço para se livrar das pragas urbanas.

Dedetização em Curitiba: conheça a Polinseto

Polinseto procura trazer conforto e tranquilidade para todos os clientes. Somos uma dedetizadora em Curitiba e oferecemos o que há de melhor em dedetização em Curitiba, região metropolitana e litoral. Mas, além disso, queremos oferecer o melhor para você e sua família. Entre em contato conosco pelo telefone (41) 3256-7625 ou solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625. Acompanhe a nossa página no Facebook e o nosso blog para mais informações e dicas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?