Perigo voador: saiba como lidar com as doenças dos pássaros

Perigo voador: saiba como lidar com as doenças dos pássaros | Polinseto, dedetizadora em curitiba que lida com aves, descupinização e desratização

As aves são um dos animais mais queridos pelo ser humanoElas se destacam pela beleza, simpatia e também pelo lindo canto. Quando bem-cuidadas, são grandes amores em nossas vidas. No entanto, quando não higienizadas e tratadas, são hospedagem para os mais perigosos microrganismos, transmitindo diversas doenças.

Geralmente, costumamos pensar que apenas os pássaros urbanos, como pombos e pardais transmitem graves doenças. No entanto, as aves domésticas, como calopsitas, papagaios e até mesmo galinhas, podem causar sérios danos a nossa saúde.

Um exemplo que podemos citar é o do próprio pombo. Esse animal em sua essência não é mais sujo do que outros. Seu organismo é semelhante ao do papagaio e de outras aves domésticas. Ou seja, quando é cuidado e criado em ambientes propícios para se desenvolver torna-se um pássaro limpo e saudável. Porém, quando exposto a contaminações, se torna uma grande fonte de doenças.

Conheça as principais doenças transmitidas por aves

As aves são responsáveis pela transmissão de milhares de doenças, as quais atingem os diferentes sistemas do corpo humano, podendo levar uma pessoa à óbito apenas por compartilharem o mesmo ambiente. Por isso, entenda como as enfermidades afetam os seres humanos:

  • Psitacose

A psitacose é uma doença que acomete aves como papagaios, periquitos, araras e outras espécies do grupo psitacídeos. Ela também pode ser transmitida aos seres humanos por meio do contato com as fezes, com o pó das penas e também pela picada de uma um animal infectado.

A bactéria fica incubada no ser humano por cerca de quatro semanas. Depois desse tempo, o portador começa a ter febre, arrepios, cansaço, tosse e outros sintomas. O grande problema é que ela pode ser confundida com uma gripe comum, e quando mal-tratada pode se tornar severa e pode levar à morte.

  • Tuberculose

A tuberculose é uma zoonose (doença que afeta homens e animais) que é transmitida da ave para a pessoa por meio do contato. Uma vez que é transmitida por meio de secreções e fezes. Seus sintomas costumam serem inespecíficos, mas alguns pontos merecem atenção: tosse há mais de três semanas, cansaço excessivo, rouquidão, perda de peso e dores no peito.

O tratamento da tuberculose se dá pelo uso de antibióticos por, no mínimo, seis meses. Vale ressaltar que o processo não pode ser interrompido, pois a bactéria pode resistir e atacar de maneira mais agressiva o sistema imunológico dos seres humanos.

  • Gripe aviária

Um grande perigo que já assustou o mundo é a famosa “gripe aviária”, causada pelo vírus da gripe H5N1. É transmitido das aves, principalmente frangos, para os seres humanos. Algo que chama muito a atenção nesta enfermidade é taxa de letalidade: mais de 50% das pessoas contaminadas morreram.  

Os sintomas da doença são: dores musculares, febre, sangramento das gengivas e nariz, diarreia, vômito, dores de cabeça, dentre outros. Vale ressaltar que ela só é diagnosticada por uma análise profunda do médico, na qual inclui análise dos fluídos do nariz ou da garganta em laboratório ou exame de raio-x.  

Como se prevenir desses problemas?

A forma mais eficaz de prevenção para aves domésticas é a higienização de todo o ambiente. É muito importante limpar o habitat delas ao menos duas vezes na semana, evitando o acúmulo de alimentos. Além disso, desinfetar suas bandejas de fezes diariamente é fundamental. Assim, você evita a proliferação de fungos e bactérias no local. Outro ponto importante é checar as patas ou a plumagem do animal, visando encontrar qualquer ferida ou alteração de cor.

Uma forma de proteger o seu ambiente é contratar uma dedetizadora. Desta forma, você evita que espécies perigosas como pombos e pardais se reproduzam e vivam em sua residência. Eliminando a possibilidade da transmissão de qualquer doença.

Lembre-se, o principal fator que faz com que uma ave se torne um vetor de doenças é a qualidade de seu habitat. Se o lugar onde o animal vive é limpo, a probabilidade do bicho transmitir vírus e bactérias é menor. Para garantir um espaço limpo e sem problemas de pragas urbanas, conte com a dedetização. Dessa forma, garantimos qualidade de vida para nós e nossa família.

Dedetização em Curitiba: conheça a Polinseto

A Polinseto procura trazer conforto e tranquilidade para todos os clientes. Somos uma dedetizadora em Curitiba e oferecemos o que há de melhor em dedetização em Curitiba, região metropolitana e litoral. Mas, além disso, queremos oferecer o melhor para você e sua família. Entre em contato conosco pelo telefone (41) 3256-7625 ou solicite um orçamento por WhatsApp: (41) 98484-7625. Acompanhe a nossa página no Facebook e o nosso blog para mais informações e dicas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Entre em contato

Envie sua mensagem com telefone que retornaremos o mais rápido possível.

Enviando

Desenvolvido por Mercado Binário - Criação de site.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?